domingo, 19 de outubro de 2008

Relações Humanas, acredite!



Eu estava pensando em um novo assunto para debater aqui no Blog e enquanto resolvia, recebi ligações de algumas amigas... aflitas e preocupadas com questões emocionais. Achei um bom momento pra falar sobre o assunto em questão: RELACIONAMENTO. Existe fórmula pra dar certo? Quem é culpado quando não dá certo, o homem ou a mulher? Pq nossos relacionamentos não duram como os dos nossos avós? Pq a mulher se culpa tanto quando uma relação não dá certo? Tudo isso tem uma resposta tão óbvia que chega a ser ridícula... Nós somos responsáveis por aquilo que cativamos... Antes de cativar alguém, que tal se cativar?

É exatamente isso que devemos fazer. Amar a nós mesmos antes de amar o outro. Não importa se vc é homem ou mulher, o que importa é que quando vc olha pra si mesmo... vc gosta do que vê? Vc aprova o quanto vc se respeita ou se entende? Vc culpa o outro por não estar feliz? Não adianta dizer que não, pq todos nós fizemos isso algum dia. Eu já fiz... E confesso que só aprendi depois de bater diversas vezes com a cara no chão.

Onde trabalho, tenho uma espécie de "consultório sentimental". As pessoas que vão consumir lá, tb vão contar seus problemas. Na maioria das vezes amorosos... Eu escuto, dou minha opinião (quando perguntada, claro!) e faço a análise pra pessoa começando com a seguinte frase: Isso é minha opinião, não quer dizer que seja a sua! Pq deixo isso claro? Pq todos nós pensamos em coisas diferentes e temos reações diferentes em cada caso da nossa vida. Não agimos igual a ninguém... somos únicos!

Quando está vendo toda a situação de cima, é confortável dizer e opinar. Mas, e quando estamos dentro do problema? Tudo se torna pesado e mais difícil de resolver. Mexe com nossos sentimentos, nada é fácil quando se trata se mexer com os sentimentos de alguém.

Então, minha opinião sobre todas as coisas que perguntei lá em cima é a seguinte: Nunca faça pelo outro o que não quer fazer. Mas, não seja apenas egoísta e só faça o que quer. Lembre-se, numa relação sadia e madura, ambas as partes devem ceder um pouco.

Não existe fórmula para amar, existe sim, fórmulas de paciência, segurança, responsabilidade, cuidado e atenção. Tudo isso em conjunto, traz benefícios para a relação crescer e ter longividade. Não existe culpado... Nós devemos responder que todos somos passíveis de erros e acertos. Nem sempre nossas decisões serão acertadas, mas, com elas aprendemos a não repetir os mesmos erros. Ou pelo menos no meio do caminho tentar fazer diferente. Pq, como já disse anteriormente, somos todos diferentes e reagimos diferente.

Não tínhamos internet; celular; iPhone; Mp3; Dvds; mulheres fáceis; homens descartáveis; relações abertas; medo de se envolver; carros que compensavam o tamanho do cérebro; enfim,tudo que temos acesso agora. Não temos tb PACIÊNCIA.Vivemos correndo... Correndo pra não chegar atrasado no trabalho; correndo pra não ficar só; correndo contra o tempo pra não ficar velho e se manter jovem; correndo, correndo, correndo... UFA! Qual foi a última vez que vc parou e sentiu o apenas o vento no seu rosto? E a última vez que encontrou com a galera da escola e relembraram como foi boa a infância e a adolescência, e que aquilo fez parte de quem vc é hoje? E quem disse que não é legal tb ficar sozinho?

Tudo isso é primordial pra construir quem somos e quem queremos ser... Não sou a pessoa mais bem resolvida da face da Terra, estou muito longe disso, por sinal. Mas, tenho pensado hoje mais em mim e em quem me cerca. Não existe felicidade eterna, o que existe são os momentos felizes. Não existe pessoa perfeita, o que devemos escolher são com quais defeitos conseguimos conviver sem nos tirar do prumo, a pessoa que vai trazer momentos felizes, tb vai trazer em alguns dias tempestades... E é isso que devemos ter a consciência e aceitar. Sem culpas, sem medos de não dar certo. Não se deve entrar numa relação achando: e se não der certo, o que faço? Não faz nada! Viva o momento... aceite que ninguém pode ser culpado se o amor acabou... Nada dura para sempre... Que seja eterno enquanto dure, lembra?

A culpa, que nós mulheres carregamos, de anos e anos atrás é natural... Eu sei do que falo! Eu tenho um filho homem e sei que ele está sendo criado diferente do que fui. Não adiantar negar tb... os pais criam seus filhos diferentemente. Se a criança for menino, é de um jeito mais leve, se for menina vai ser de um jeito mais preocupado, tenso, intenso... que atire a primeira pedra e diga que não é verdade. Vc pode não aceitar, mas, é exatamente assim que acontece...

Então, meninas... Não procurem seus defeitos, ressaltem suas qualidades. Não se culpem por seus erros e o erros de seus parceiros, aprenda a não errar do mesmo jeito de novo e mostre a ele que tb não ficou satisfeita com o erro cometido, de forma leve e sempre honesta.

Outra palavra que pesa demais em todos os relacionamentos: HONESTIDADE. Não cobre isso 24 hs da pessoa que está ao seu lado. Todos, eu disse TODOS, mentimos em algum momento da vida amorosa. Não deve-se achar que seu parceiro (a) conta absolutamente tudo que faz ou fala ao longo do seu dia pra vc. Acredite, vc não ia gostar de saber a verdade desse dia inteiro. RS!

Perdoar tb é um excelente exercício. Só perdoando vc consegue medir o tamanho de seu amor e o tamanho do amor de seu perceiro (a). Traição, mentira e falta de iniciativa vai rolar em algum momento da sua relação... não estranhe!

Bem, é isso... Eu adoro poder colocar na ponta dos dedos meus sentimentos e escrevê-los para vcs. Não tenho a vida amorosa bem resolvida (que fique bem claro! rs), mas, não tenho medo de tentar. Cair, sofrer, levantar e tentar outra vez sempre será minha meta! Nunca vou desistir de ter momentos felizes... Faça o mesmo... Vc vai ver como é gostoso! Bjs e até a próxima.

2 comentários:

Flavia disse...

É amiga, estava inspirada mesmo hein? Vou resumir o que acho sobre problema no relacionamento ok? Simplemente banalização o casamento e acham que é uma instiuição falida, mas por que isso? Por que as pessoas não tem mais paciência, porque é uma competição constante onde não sabem ceder, porque não existe respeito mútuo e apenas acusações fazem parte da vida do casal. Creio que nosso avós e pais são exemplos de relacionamentos felizes exatamente porque sabem aplicar a "fórmula da felicidade", que para mim é o que citei acima: Respeito, saber ceder, gentileza e principalmente......as pessoas só serão felizes nos seus relacionamentos quando pararem de procurar alguém que as complete, que seja a pseudo tampa das suas panelas, pois se procura a sua metade minha amiga, está ferrada. Seria bem melhor você procurar alguém inteiro e que você também seja inteira, pois aí dará certo. Não quero alguém pela metade para me completar, sou inteira, quero alguém para adicionar! E é por isso que meu casamento dá certo. Amo você amiga! Beijos, Flavia.

Bibi disse...

Aprendi que dor e prazer são faces da mesma moeda, ou seja, desde que o mundo é mundo e as relações humanas se estabeleceram, um não vive sem o outro.
Equilíbrio é uma palavra boa. Suavidade também. Bom seria se tivéssemos a confiança, no outro, em se revelar sem se sentir diminuido depois, de ser intenso e ter o direito de sê-lo. O ser humano em geral anda muito egoísta e não pensa em cosntruir castelos, mas apenas em desfrutar a paisagem...