segunda-feira, 6 de julho de 2009

You Are Not Alone


Olha ai minha gente!!! Depois de um longo e tenebroso inverno!!! O Twitter tem me tirado horas a fio da frente do Orkut e do Blogger. Mea Culpa!

People... não pensei que tão cedo falaria sobre esse assunto ou mesmo leria algo sobre ele... Michael Jackson se foi!!! Por incrível que possa parecer mas, eu tinha a sensação que ele, assim como Madonna e outros ídolos de minha adolescência, não morreriam antes de completarem 80 anos (eu ou eles?).

Não dá para não falar sobre quem foi ou o que representou MJ. Impossível, que se vc tem mais de 25 anos, não ter dançando ao som de "Billie Jean", "Beat it" ou tentado fazer o famoso passo Moonwalker! Vai dizer que vc tb não esperou ansioso a estréia de "Thriller" no Fantástico? A música que conhecemos hoje passou por várias trasformações. Ela já foi de negros que não se misturavam com brancos e depois de brancos que queria cantar como negros... Ela já foi lenta, rápida, barulhenta e até mesmo silenciosa... ( Quem não lembra dos sussurros quase mudos da música Lullaby do The Cure?) Mas, de tudo isso, podemos dizer: a música existia de uma forma e MJ a transformou em outra. Os clips musicais existiam de uma forma e MJ os transformou em outra. A dança existia de uma forma e MJ a transformou em outra. Então, tudo passou pela era Michael Jackson de ser!

MJ viveu como um rei e morreu como tal... envolto em mistérios. Muitas perguntas que ainda não respondidas, se foram com ele... Muitas histórias para contar que só ele poderia relatar, se foram com ele... A lenda fica! Ele, que por algumas vezes temia acabar como seu sogro falecido Elvis, terminou quase de repente, como o mesmo. MJ fez fama, fortuna, se viu ligado a relatos de abusos sexuais e pedofilia. Usou seu dinheiro para ter paz quando o assunto foi esse. E não teve medo de dizer: tudo que eu queria era que aquele pesadelo acabasse... Teve filhos que não são deles, mas que amou como pai que o era. Quis ser Peter Pan e morreu sendo um frágil menino... aquele mesmo menino que tinha medo do pai, se achava feio e incapaz... aquele mesmo menino que queria ir brincar quando tinha que trabalhar... aquele mesmo menino que não tinha namoradas e que arrumava namoros relâmpagos só para não ter que ouvir aquela piadas homossexuais e de gosto duvidoso. Michael Jackson queria brincar! Ele brincava de dançar no palco. Brincava de interpretear papéis diferentes em seus clips. Ele brincava de se vestir como um personagem de história infantil. MJ só não queria ficar sozinho... Ele sabia que não podia contar com a proteção de si mesmo... era uma criança e precisava de cuidados como qualquer criança precisa. O amor que o mundo tinha por ele não foi o suficiente... Michael Jackson se foi! Um dia existiu um menino que não queria crescer e quem sabe nesse momento, ele está na Terra do Nunca, junto com os meninos perdidos... Brincando e sorrindo como sempre quis fazer! You are not alone...

3 comentários:

Alessa disse...

A vida é feita de grande ídolos e essa pessoa formidável foi grandiosa em tudo o que fez!

André Ricardo disse...

Muito bom! Mas só uma correção: não existia video clipe antes do MJ ;)

Beijos

Drica Delli disse...

Existia clip sim! Só não era como os que MJ fazia, tá! Chaaaaaaaaato! rsrsrsrs